flu banner .jpg

Surto de gripe fora de temporada

Devido ao aumento de casos de gripe em alguns estados do Brasil, a população, está preocupada e procurando a rede privada de vacinas com a finalidade de se proteger, mas trata-se de um surto desencadeado por uma variante de víru influenza, a cepa A H3N2 Darwin, que não faz parte da vacina atual contra gripe, portanto, a vacina não é eficaz contra essa variante.


O vírus influenza tem a característica de ser mutante e por isso é importante que sejamos imunizados todo os anos, durante as campanhas contra a gripe.
Somente a vacina da gripe para o ano 2022 terá a variante do vírus A H3N2 Darwin em sua composição, sendo eficaz contra ele, mas estará disponível no Brasil a partir de março.

Por enquanto, devemos manter tosos od cuidados para diminuirmos a transmissão, como uso de máscaras, distanciamento, evitar aglomerações e lavar as mãos frequentemente.

 

Como se manifesta o vírus influenza? Por que a vacina atual não é eficaz contra essa variante?

Os vírus influenza recebem 3 classificações:

Classificação dos vírus Influenza como A, B, C e D
Vírus A são os principais infectastes de humanos, de acordo com seus componentes

(H - hemaglutinina e N- Neuraminidase) 
e d
e acordo com locais onde tem maior prevalência, recebem os nomes destas regiões. Ex: Hong Kong, Camboja, Drawin, etc

.

 



O vírus A H3N2 que incidiu ano ano passado, até Maio de 2021, foi o A/ HongKong H3N2 e a vacina 2021 demonstrou eficácia contra essa cepa.


A partir de Maio de 2021, a cepa A/Darwin H3N2, começou a incidir no Hemisfério sul e recentemente é prevalente nos surtos de gripe que estão ocorrendo.


A vacina 2021 não contém a cepa A/ Darwin H3N2 e por isso não é efetiva para os casos decorrentes da mesma.



 

As composições da vacina da campanha 2021 e 2022 são diferentes.

Somente a vacina da gripe 2022 apresenta em sua composição a cepa de vírus A/Darwin H3N2.



Precisamos sair vacinando com a única vacina que ainda está disponível na rede privada, da campanha 2021, para nos protegermos contra essa cepa variante Darwin do A H3N2?



Basendo-se nas características do vírus influenza, essa cepa não deve permanecer prevalente por muito tempo. Ela já ocorreu anteriormente, na década de 60 e depois disso, outras cepas de H3N2, juntamente com o A H1N1, passaram a ser prevalentes no Hemisfério Sul.

Como podemos nos precaver?



As medidas de cuidado contra a Covid-19 são aplicáveis ao vírus influenza.

Não devemos recusar vacinas, principalmente durante as campanhas, pois, deixar para vacinar somente quando há surtos, não é seguro, principalmente no caso de doenças virais.

Vírus influenza pode sofrer mutações menores a cada 3 meses e maiores a cada 3 anos. A cada ano são feitas duas pesquisas em todo mundo, para se avaliar a incidência das principais cepas. Centros de Estudos de Influenza existem em todo planeta e a Organização Mundial de Saúde recomenda as vacinas de acordo com suas pesquisas. Todos os anos são desenvolvidas duas vacinas: uma para o hemisfério Norte e outra vacina para o hemisfério sul.

 

Composição da vacina da gripe quadrivalente atual (2021):


 

Influenza A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09-like virus;

Influenza A/Hong Kong 2671/2019 (H3N2)-like virus;

Influenza B/Washing/ 02/2019ton/1359417/2021- like vírus

Influenza B/Phuket/3073/2013 (B/Yamagata lineage)-like virus.


 

Composição da vacina da gripe quadrivalente 2022 para o Hemisfério Sul:

 

Influenza A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09-like virus;

Influenza A/Darwin/9/2021 (H3N2)-like virus;

Influenza B/Austria/1359417/2021 (B/Victoria lineage)-like virus;

Influenza B/Phuket/3073/2013 (B/Yamagata lineage)-like virus.



 

Composição da Vacina da gripe 2022 que está sendo administrada no Hemisfério Norte, atualmente:



 

Influenza A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09-like virus;

Influenza A/Cambodia/e0826360/2020 (H3N2)-like virus;

Influenza B/Washington/02/2019 (B/Victoria lineage)-like virus;

Influenza B/Phuket/3073/2013 (B/Yamagata lineage)-like virus

 


Dra. Maria do Carmo Duarte Oliveira


Médica Responsável Técnica da Clínica de Vacinas imunity
Especialista em prevenção de Doenças Infectocontagiosas através de Imunizações



 

Referência:



https://www.who.int/.../recommended-composition-of...