Clínica de Vacinas 

quadri site.jpg

 

A Vacina da gripe H1N1 é somente para o inverno?

 

Ao contrário do que se pensa, o vírus de gripe (Influenza) A H1N1 pode causar complicações graves durante todo o ano e não só no inverno. Isso acontece prefencialmente nas regiões de clima tropical, como o Brasil.

 

Podemos confirmar tal informação através das notícias em meios de comunicação, onde, o ano todo, mostram novos casos de gripe H1N1 com um alto índice de complicações e até morte. A principal consequência da infecção pelo vírus A H1N1 é a síndrome respiratória aguda grave, que pode acometer pessoas de todas as idades, independente de terem ou não fatores de risco.

 

Os brasileiros ainda têm a idéia errônea de que a vacina da gripe é necessária somente nos meses de outono e inverno. Por isso deixam de se vacinar nos outros meses, mas a vacina da gripe está indicada também durante outras estações do ano, especialmente em crianças.

 

Todos os bebês, ao completarem 06 meses, têm indicação de se vacinarem contra o vírus da gripe, segundo a Organização Mundial de Saúde e Sociedade Brasileira de Pediatria, além de outras faixas etárias que não receberam a vacina.

 

É uma vacina que faz parte do calendário de vacinação da criança e do adolescentes e por isso deve ser administrada de rotina e não somente durante as campanhas.

 

 

Em crianças e adolescentes a vacina quadrivalente é mais indicada

 

Embora os vírus A ainda sejam o mais importantes na população geral, em crianças e adolescentes, os vírus B  incidem em cerca de 40% dos casos  (febre em  24.3%, infecção respiratória baixa em 8.7%, otite média aguda em 6.1%, e pneumonia em 1.9%). Além disso, a necessidade de antibióticos em crianças e adolescentes infectados pelos vírus B foi muito maior que naquelas que em acometidos pelos vírus A (41% tiveram que utilizar antibióticos após episódios de influenza B), e também houve um maior índice internações hospitalares (1,1%).

 

Estudos de epidemiologia e filo dinâmica dos vírus influenza B  ratificaram que ele tem preferência por menores de 17 anos, principalmente em idades pré-escolar e escola. Cerca de 41,9% dos casos foram associados a infecção severa do miocárdio, com 70% de casos fatais.

 

Embora, na maioria do planeta ainda a vacina da gripe trivalente seja a única alternativa, países desenvolvidos e muitos em desenvolvimento têm preconizado a vacina quadrivalente, principalmente na população infantil (nessa população, a vacina trivalente determina proteção insuficiente, segundo estudos de imunogenicidade).

Primeiramente, porque existe a possibilidade desta vacina ser incompatível com os vírus B que irão predominar a cada ano (a cada ano tem sido observado 31,2 a 58%  de incompatibilidade de casos pelo vírus B e a vacina trivalente). 


Então, uma vacina quadrivalente ou então vacinas sintéticas, desenvolvidas por engenharia e que pudessem dar proteção cruzada contra vários sorotipos de vírus A e B, tornaram-se fundamentais para uma proteção mais abrangente contra gripe.

 

Neste momento, a melhor opção passa a ser a vacina contra gripe quadrivalente, principalmente para a faixa etária de 06 meses a 17 anos, que têm maior risco de desenvolver complicações decorrentes do vírus influenza B.

 

Na impossibilidade desta vacina (disponível somente na rede privada, no Brasil), sempre vale a pena utilizar a trivalente (disponível na rede pública e privada), pois devemos considerar que ela também dá proteção contra os vírus influenza A ( A H1N1 e A H3N2), que ainda são os mais frequentes na população geral, embora pesquisas comprovem que a vacina quadrivalente irá proporcionar maior proteção em crianças e adolescentes.

 

Em 2019, a Clínica de Vacinas imunity está utilizando, em sua Campanha de proteção contra gripe, exclusivamente a vacina quadrivalente, para que seus pacientes possam se beneficiar com uma proteção mais ampla e eficaz.

 

Dra. Maria do Carmo Duarte Oliveira
Pediatra e responsável Técncia

Clínica de Vacinas imunity
CRM: 64448

 

 

 

 

 

Referências bibliográficas

 

et al. Coadministration of 13-valent pneumococcal conjugate and quadrivalent inactivated influenza vaccines in adults previously immunized with polysaccharide pneumococcal vaccine 23: a randomized clinical trial

Human Vaccines & Immunotherapeutics, Volume 15, 2019 - Issue 2

 

Song, Joon Young; Lee, Jacob; Woo, Heung Jeong; Wie, Seong-Heon; Lee, Jin Soo; Kim, Shin Woo; Kim, Tae Hyong; Jung, Sook-In; Noh, Ji Yun; Choi, Won Suk; Cheong, Hee Jin; Kim, Woo Joo. Immunogenicity and safety of an egg-based inactivated quadrivalent influenza vaccine (GC3110A) versus two inactivated trivalent influenza vaccines with alternate B strains: A phase Ⅲ randomized clinical trial in adults.

Hum Vaccin Immunother; : 1-7, 2018 Nov 05.Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30396317

 

Pepin, Stephanie; Dupuy, Martin; Borja-Tabora, Charissa Fay Corazon; Montellano, May; Bravo, Lulu; Santos, Jaime; de Castro, Jo-Anne; Rivera-Medina, Doris Maribel; Cutland, Clare; Ariza, Miguel; Diez-Domingo, Javier; Gonzalez, Celia Diaz; Martinón-Torres, Federico; Papadopoulou-Alataki, Efimia; Theodoriadou, Maria; Kazek-Duret, Marie Pierre; Gurunathan, Sanjay; De Bruijn, Iris. Efficacy, immunogenicity, and safety of a quadrivalent inactivated influenza vaccine in children aged 6-35 months: A multi-season randomised placebo-controlled trial in the Northern and Southern Hemispheres.

Vaccine; 37(13): 1876-1884, 2019 Mar 22

 

Immunogenicity and safety of a quadrivalent inactivated influenza vaccine in children 6-59 months of age: A phase 3, randomized, noninferiority study. Statler, Victoria A; Albano, Frank R; Airey, Jolanta; Sawlwin, Daphne C; Graves Jones, Alison; Matassa, Vince; Heijnen, Esther; Edelman, Jonathan; Marshall, Gary S.

Vaccine; 2018 Jul 26.

 

van de Witte, Serge; Nauta, Jos; Montomoli, Emanuele; Weckx, Jos.

A Phase III randomised trial of the immunogenicity and safety of quadrivalent versus trivalent inactivated subunit influenza vaccine in adult and elderly subjects, assessing both anti-haemagglutinin and virus neutralisation antibody responses.

Vaccine; 36(40): 6030-6038, 2018 09 25.

 

Vesikari, Timo; Kirstein, Judith; Devota Go, Grace; Leav, Brett; Ruzycky, Mary Ellen; Isakov, Leah; de Bruijn, Marianne; Oberye, Janine; Heijnen, Esther. Efficacy, immunogenicity, and safety evaluation of an MF59-adjuvanted quadrivalent influenza virus vaccine compared with non-adjuvanted influenza vaccine in children: a multicentre, randomised controlled, observer-blinded, phase 3 trial.

Lancet Respir Med; 6(5): 345-356, 2018 05.

 

Yoshihara, Keisuke; Le, Minh Nhat; Toizumi, Michiko; Nguyen, Hien Anh; Vo, Hien Minh; Odagiri, Takato; Fujisaki, Seiichiro; Ariyoshi, Koya; Moriuchi, Hiroyuki; Hashizume, Masahiro; Dang, Duc Anh; Yoshida, Lay-Myint. Influenza B associated paediatric acute respiratory infection hospitalization in central vietnam.

Influenza Other Respir Viruses; 2018 Dec 21.

 

El Guerche-Séblain, Clotilde; Moureau, Annick; Schiffler, Camille; Dupuy, Martin; Pepin, Stephanie; Samson, Sandrine I; Vanhems, Philippe; Schellevis, François. Epidemiology and burden of influenza in healthy children aged 6 to 35 months: analysis of data from the placebo arm of a phase III efficacy trial.

BMC Infect Dis; 19(1): 308, 2019 Apr 04.

 

Buchan, Sarah A; Chung, Hannah; Karnauchow, Timothy; McNally, J Dayre; Campitelli, Michael A; Gubbay, Jonathan B; Katz, Kevin; McGeer, Allison J; Richardson, David C; Richardson, Susan E; Simor, Andrew; Smieja, Marek; Zahariadis, George; Tran, Dat; Crowcroft, Natasha S; Rosella, Laura C; Kwong, Jeffrey C. Characteristics and Outcomes of Young Children Hospitalized With Laboratory-confirmed Influenza or Respiratory Syncytial Virus in Ontario, Canada, 2009-2014.

Pediatr Infect Dis J; 38(4): 362-369, 2019 Apr.

 

Lei, Na; Wang, Hai-Bin; Zhang, Yu-Song; Zhao, Jian-Hong; Zhong, Yi; Wang, Yuan-Jie; Huang, Li-Yong; Ma, Jian-Xin; Sun, Qiang; Yang, Lei; Shu, Yue-Long; Li, Shu-Ming; Sun, Ling-Li. Molecular evolution of influenza B virus during 2011-2017 in Chaoyang, Beijing, suggesting the free influenza vaccine policy.

Sci Rep; 9(1): 2432, 2019 Feb 21.

Veja também:

Clínica de Vacinas imunity

 

 

 

 

ACREDITADA
SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES

https://sbim.org.br/

 

 

Av. Onze de Agosto 1980, Vila Nova Valinhos, Valinhos SP CEP: 13271-210
 

55 19 3829-1702  /  3849-2930

Whatsapp: 19 981932785

 

Atendimentos
 

Segunda à Sexta: 8:00 - 18:00 h

Sábado: 8:00 - 12:00 h