Setembro
Aniversário da
Clínica de Vacinas imunity
®
Quem ganha o presente é sua família.

Saiba como pelo WhatsApp: 19 98193-2785

 

 

Novembro Azul

 

homem banner.jpg

 

 

Os tipos mais comuns de câncer que acometem o homem são:

  • câncer de pele
  • câncer de próstata
  • câncer de pulmão
  • câncer de colo e reto
  • câncer de pênis, ânus, reto, cabeça e pescoço e boca, causados pelo Papilomavírus humano - HPV, uma das infecções mais comuns,  que é transmitida por via sexua le que pode ser prevenida através da vacinação.

 

A cada ano, cerca de 34.800 novos casos de câncer são encontrados em várias partes do corpo, todos causados pelo Papilomavírus humano - HPV, sendo 20,700 novos casos em mulheres e 14.100 em homens.

Muitos ainda pensam que o HPV acarreta somente câncer de colo do útero em mulheres e por isso, grande parte da população masculina deixa de se imunizar, com consequências muitas vezes catastróficas.

 

Vacina HPV é só para adolescentes?

 

Não! A Vacina HPV é recomendada também para adultos e indivíduos, mesmo previamente infectados, podem se beneficiar com a vacinação.

 

Quem pode tomar a vacina HPV?

 

  • Adolescentes femininos e masculinos, entre  09 aos 15 anos devem receber 02 doses da vacina, com intervalo de 06 meses
  • Mulheres acima de 15 anos a 45 anos também têm indicação de rotina
  • Homens dos 15 aos 26 anos também têm indicação prevista em bula

    Pessoas com maiores faixas etárias que as previstas em bula também podem ser vacinados contra HPV?

    Sim, a critério médico, essas pessoas também podem ser beneficiadas através da vacina HPV

    A vacina trata a infecção pelo HPV? 

    A vacina HPV previne a infeção e diminui a possibilidade desta evoluir para várias formas de câncer no homem:
  • pênis 
  • ânus
  • reto
  • garganta
  • língua
  • amigdalas (tonsilas)

cabeça e pescoço

Na mulher, também é causa de câncer de vagina, vulva, colo do útero, ânus, reto, garganta, língua, amigdalas, cabeça e pescoço.

 

Além do câncer, o HPV pode também causar a Papilomatose Respiratória, que se caracteriza por verrugas que acometem as cordas vocais e laringe de filhos nascidos de mães portadoras do vírus,  e que contraem o papilomavírus pelo canal de parto, durante o parto vaginal.  Embora não evoluam para o câncer, a papilomartose pode mutilar essas crianças e adolescentes, tanto de forma física quanto psicológica, sendo uma infeção severa e sem cura.

Quais os tipos de vacinas contra o HPV?

No brasil, existem duas vacinas licenciadas pela ANVISA, para a prevenção contra o HPV

 

  • Vacina Cervarix: indicada para mulheres, protege contra o câncer de colo de útero, vagina e vulva devidos aos sorotipos 16 e 18 de Papilomavírus humano - HPV
  • Vacina Gardasil: indicada tanto para homens quanto para mulheres, protege contra os sorotipos 06, 11, 16 e 18 de Papilomavírus humano - HPV


Nos estados Unidos de Europa já está disponível a vacina contra HPV ( Gardasil Nonavalente), que protege contra 9 sorotipos de Papilomavírus humano e em breve, esperamos, possamos também ser contemplados com essa vacina em nosso país.

Por enquanto, devemos nos imunizar com as vacinas disponíveis, pois oferecem um alto espectro de proteção e segurança.

Durante o Novembro Azul, a Clínica de Vacinas imunity@ abraça a Prevenção do Câncer de Prostata, e também conscientiza sobre a importância de se prevenir outras formas de câncer comuns no homem, principalmente os vários tipos de câncer causados pelo HPV, através do incentivo à vacinação, certos de que esta pode salvar vidas!


Dra. Maria do Carmo Duiarte Oliveira
Médica - Responsável Técnica
Clínica de Vacinas imunity®

Referências

 

1.Shiels MS, Kreimer AR, Coghill AE, Darragh TM, Devesa SS. Anal cancer incidence in the United States, 1977–2011: distinct patterns by histology and behavior.external icon Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention 2015;24:1548–1556.

 

2.Rousseau, Sophie;  Gaillot-de Saintignon, Julie;  Barret, Anne-Sophie

Vaccination contre les HPV : un enjeu de prévention des cancers. / [Challenges in the implementation of HPV vaccination for cancer prevention]. 

Rev Prat ; 69(5): 529-534, 2019 May.

 

3.Chaturvedi, Anil K;  Graubard, Barry I;  Broutian, Tatevik;  Xiao, Weihong;  Pickard, Robert K L;  Kahle, Lisa;  Gillison, Maura L

Prevalence of Oral HPV Infection in Unvaccinated Men and Women in the United States, 2009-2016. 

JAMA ; 322(10): 977-979, 2019 Sep 10.

 

4.Langer, Christine;  Wittekindt, Claus;  Wolf, Gregor

Rezidivierende respiratorische Papillomatose: Aktuelles zu Diagnose und Therapie. / [Laryngeal Recurrent Respiratory Papillomatosis: Current Aspects on Diagnosis and Therapy]. 

Laryngorhinootologie ; 98(8): 577-587, 2019 Aug.

 

5.Meites, Elissa;  Szilagyi, Peter G;  Chesson, Harrell W;  Unger, Elizabeth R;  Romero, José R;  Markowitz, Lauri E

Human Papillomavirus Vaccination for Adults: Updated Recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices. 

MMWR Morb Mortal Wkly Rep ; 68(32): 698-702, 2019 Aug 16.

 

6.Saraiya M, Unger ER, Thompson TD, Lynch CF, Hernandez BY, Lyu CW, Steinau M, Watson M, Wilkinson EJ, Hopenhayn C, Copeland G, Cozen W, Peters ES, Huang Y, Saber MS, Altekruse S, Goodman MT; HPV Typing of Cancers Workgroup. US assessment of HPV types in cancers: implications for current and 9-valent HPV vaccines.external icon Journal of the National Cancer Institute2015;107:djv086.

 

7.https://www.cdc.gov/cancer/hpv/statistics/cases.htm