Setembro
Aniversário da
Clínica de Vacinas imunity
®
Quem ganha o presente é sua família.

Saiba como pelo WhatsApp: 19 98193-2785

verruga hpv site.jpg
Hpv fatoa.jpg

O papilomavírus humano -Hpv, tem diferentes estratégias para sobreviver continuamente no interior das células, mesmo sem manifestar sintoma algum por anos, mas mesmo estando latente, o Hpv não perde sua capacidade de determinar complicações severas, como o câncer, que pode ocorrer em várias regiões do corpo. Estudos comprovam, a detecção do DNA viral em múltiplos locais da cavidade oral e que do mesmo sorotipo que o encontrado em outras regiões, no mesmo indivíduo. 

A incidência do carcinoma de orofaringe pelo Hpv tem aumentado muito entre adultos jovens, muitos deles do sexo masculino, casados e com alto status sócio econômico. Apesar de, comprovadamente, o Hpv ser responsável por inúmeros tipos de câncer, como o de vulva, pênis, vagina, ânus e reto, cabeça,  pescoço, e orofaringe, infelizmente a maior parte da população de maior risco, como os adultos e adolescentes, não têm procurado se vacinar contra o mesmo.

 

Globalmente, são estimados 570.000 casos de câncer relacionado ao Hpv em mulheres e cerca de  60.000 em homens. Em 2018,  311.000 mulheres morreram de câncer de colo do útero.

Observa-se um contínuo aumento dos casos de câncer anal devido ao Hpv, não só em portadores de HIV, mas também na população geral, nas recentes décadas e 3 a 14% das lesões anais (condilomas),  podem evoluir para o câncer em 3 a 5 anos.

A vacinação contra Hpv é segura e eficaz contra a infecção e também na dimnuição da incidência de complicações, como o câncer e a papilomatose respiratória. Existe prevenção e é importante que nos conscientizemos quanto à importância de nos vacinarmos.


Portadores do HPV podem ser vacinados?

Diferentemente do que pensam muitas pessoas, segundo vários estudos publicados, aqueles que desenvolveram, condiloma (verruga pelo HPV) também têm indicação da vacina. Essas lesões, embora sejam tratáveis, podem erescidivar e além disso, estão associadas a outras lesões microscópicas, que apresentam um alta possibilidade de evoluir para o câncer (carcinogênese) e somente a vacina HPV poderá prevenir essa evolução.
Vide estudos publicados abaixo.


Dra. Maria do Carmo Duarte Oliveira
Médica Responsável Técnica
Clínica de Vacinas imunity®

01. Criscuolo, M-I;  Morelatto, R-A;  Belardinelli, P-A;  Mosmann, J-M;  Cuffini, C;  López de Blanc, S-A. Oral Human Papillomavirus: a multisite infection.Med Oral Patol Oral Cir Bucal ; 25(3): e425-e430, 2020 May 01.
 

02.Yete S, D’Souza W, Saranath D. High-Risk Human Papillomavi- rus in Oral Cancer: Clinical Implications. Oncology. 2018;94:133-2. 02.

03.Chen X, Zhao Y. Human papillomavirus infection in oral po- tentially malignant disorders and cancer. Archives of Oral Biology. 2017;83:334-39.

 

04. Audisio RA, Icardi G, Isidori AM, et al. Public health value of universal HPV vaccination. Crit Rev OncolHematol. 2016;97:157-

05. 
Wieland, Ulrike;  Oellig, Frank;  Kreuter, Alexander. Anale Dysplasien und Analkarzinom. / [Anal dysplasia and anal cancer].Hautarzt ; 71(4): 284-292, 2020 Apr.

 

06. Chokoeva, Anastasiya Atanasova;  Wollina, Uwe;  Lotti, Torello;  Maximov, Georgi Konstantinov;  Lozev, Ilia;  Tchernev, Georgi

Para - And Intraurethral Penile Tumor - Like Condilomatosis. Open Access Maced J Med Sci ; 6(1): 110-111, 2018 Jan 25.

hpv vac site.jpg